Candelabro de Paracas!!! O que é isso?

3e8bfae0864d11e4a75ed2143c92c3af

Na baía de Paracas existe um enigma com aproximadamente 2500 anos, que perdura estudiosos. Também conhecido como “tridente” ou “vela”, o enigmático desenho de um candelabro nas encostas da baia de Paracas é um bom exemplo de como não sabemos nada sobre o nosso planeta.

Esse famoso agroglifo, está localizado na costa norte da Península de Paracas, no Peru. Possui uma idade estimada em 2500 anos e é tão misterioso que não se sabe quem o fez ou porque o fez.

O tamanho gigantesco e a forma do desenho sugerem um relacionamento com as linhas de Nasca e de Pampas de Jumana. Este candelabro foi desenhado em uma superfície de areia endurecida esbranquiçada e desafia o tempo por séculos.

O mastro principal possui cerca de 183 metros de altura. A sua inclinação em relação ao mar é de 40 graus. As estacas laterais atingir um comprimento de 60 metros desde a sua origem até o cume, a largura dos braços 3,20 metros, e seus sulcos variam de 1 a 1,20 metros de profundidade.

candelabro_surco

Ao cavar dentro destes sulcos encontramos outra surpresa. De dez a quinze centímetros, dependendo de onde você cavar, a areia desaparece dando lugar a uma crosta branca amarelada de natureza cristalina que possivelmente a muitos anos atrás brilhava com a luz do sol.

O primeiro a mencionar o desenho gigantesco em 1926 foi o francês Victor Forbin, que disse que era um tridente elaborado por atlantes.

Na década de 50, Maria Reiche estudou o Candelabro de Paracas e constatou que ele apontava para o sul como a constelação cruzeiro do sul. A estudiosa acreditava que era impossível que esse trabalho tivesse sido feito por povos antigos devido a sua precisão. Isso sem mencionar o local aonde ele foi realizado, uma área de muito vento e junto ao mar. Esse candelabro se mantem intacto desde sua criação devido a uma camada espessa e cristalina de cristais de sal.

2O Candelabro de Paracas é tão grande nas suas dimensões que pode ser visto a 20 quilômetros de distância mar adentro. E o mais curioso e que ele só pode ser visto do mar ou do ar. Então porque povos antigos se dariam ao trabalho de construir algo que eles mesmo não conseguiam contemplar? Várias teorias surgiram com o passar dos anos.

Algumas pessoas acreditam que este candelabro poderia indicar algum tesouro escondido por piratas que frequentavam a costa americana em busca dos galeões espanhóis que transportam os impostos e riqueza da América nos séculos XVI e XVII.

Uma teoria semelhante é defendida pelo francês Robert Charroux. Para ele, o desenho é um indicador que aponta o local aonde o magnífico e lendário tesouro Inca está escondido.

As lendas Peruanas dizem que antigos navegantes peruanos, fizeram este candelabro, para se orientar em suas campanhas de pesca ou de conquistas. O que é de estranha é que no local aonde o candelabro esta localizado é impossível desembarcar, pois a costa é rochosa.

Há quem afirme que o candelabro foi feito por Jose de San Martin 1778-1850, e que representa o símbolo da maçonaria. Essa teoria não é aceita pois ela não corresponde a suposta antiguidade da figura de 2500 anos.

Os Ufólogos garantem que essas linhas, que não se apagam com a passagem dos séculos, são obras de extraterrestres. Para os ufólogos o candelabro aponta diretamente para as famosas linhas de Nazca, que também só pode ser vistas do céu e servem como sinal de orientação de navegação não para humanos e sim para os extraterrestres. Erick Von Daniken comenta sobre esse enigma em seu livro Return to the Stars. O jornalista e escritor JJ Benitez dedica um capítulo inteiro ao castiçal em seu livro Meus enigmas favoritos.

Depois de vários anos de investigação, o pesquisador Pi Rambla, acredita ter desvendado o significado dos famosos geoglifos. Segundo Rampa não há dúvida de que o candelabro de Paracas foi concebido, construído e posicionado por técnicas astronômicas. Para Ele, o agroglifo possui três papéis distintos e complementares entre si:

1) Função Náutica

2) Função Astronômica

3) Função Original seria um território sagrado

Não sabemos a sua origem, para que serve, o que significa e nem quem são seus verdadeiros construtores. A sua localização estratégica e seu tamanho, indicam uma clara intenção por parte dos seus criadores para que este geoglifo seja visto de uma grande distância no mar e principalmente do ar.

Não há uma explicação oficial e seu verdadeiro significado ou função ainda permanece um mistério. Isso só reforça o quão pouco sabemos sobre o nosso passado e sobre o desconhecido que rodeia nosso mundo.

Veja também nosso poste sobre os crânios de Paracas:

ou

https://alemdosgreys.wordpress.com/2016/12/01/os-misteriosos-cranios-de-paracas-podem-ser-cranios-hibridos-meio-humanos-meio-alienigenas/

O que você acha? Não deixe de registrar sua opinião nos comentários!

Inscreva-se no canal Além dos Greys no YouTube:

http://www.youtube.com/channel/UCI_BoijGnZ9ImPhlcyMEl5g

Confira este e outros assuntos sobre OVNIs, UFO, abdução e muito mais em nossa revista

OVNIs – UFO no Flipboard: http://flip.it/gNNce

Siga-nos também no:

Facebook: http://www.facebook.com/alemdosgreys

Twitter: http://twitter.com/alemdosgreys

PrintRest: http://br.pinterest.com/alemdosgreys/ufologia/

Fontes:

Erick Von Daniken -” Return to the Stars”

JJ Benitez – “Meus enigmas favoritos”

es.wikipedia.org; http://www.instigatorium.com; pedromariafernandez; bohicruz.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s