Você sabia que existe uma criatura com 32 cérebros e 18 testículos cuidando de sua saúde?

O mundo animal certamente esconde algumas criaturas que poderiam ser estrelas de filmes de terror. Já imaginou uma criatura hermafroditas, com 32 cérebros e 18 testículos, cinco pares de olhos, 300 dentes e que se alimentam de sangue, cuidando de sua saúde em um moderno centro hospitalar. ACREDITE, ela existe e é amplamente utilizada por nós seres humanos. Algumas questões sobre essa bizarra criatura podem revelar mistérios que envolvem vida alienígena, medicina e mitologia.

Estamos falando das sanguessugas. Essas criaturas fascinantes e podem ser encontradas ao redor de todo o mundo. São capazes de secretar um substancia anticoagulante impedindo que o hospedeiro pare de sangrar podendo assim ingerir uma quantidade de sangue 10 vezes superior ao seu próprio volume.

Você já ouviu falar de outro animal terráqueo com as mesmas características?

Vamos primeiramente voltar no tempo e entender como as sanguessugas se tornaram tão úteis para nossa sociedade ao longo dos séculos.

Sua utilidade foi descoberta mais ou menos na mesmo época por vários povos ao redor de todo o mundo. Essa criatura terrestre, que mais parece um ser alienígena, poderia ter sido introduzida em nosso planeta acidentalmente?

Para alguns estudiosos, que acreditam na panspermia, aquela teoria segundo a qual a origem da vida na terra se deve a introdução de microrganismos trazidos do espaço em fragmentos de rochas, a resposta seria um caloroso. Sim!

Talvez, a resposta para essa pergunta não esteja em uma moderna instalação hospitalar aqui no ocidente, mas sim, a milhares de quilômetros de distância em indícios encontrados no Egito.

sanguesuga-canalalemdosgreysO registro mais antigo do uso de sanguessugas para propósitos medicinais aparece em uma pintura encontrada em uma tumba egípcia, de cerca de 1500 anos antes de Cristo. No século XIX elas eram utilizadas na medicina tradicional chinesa, na medicina oriental e até mesmo na medicina ocidental.

Muitas pessoas têm nojo dessas criaturas. Ninguém pode negar que elas sejam úteis para a humanidade. Provavelmente a sanguessuga e o mais repugnante animal que a medicina utilizou e ainda continua sendo de uma importância vital.

O horror ou a atração pelo sangue sempre estiveram no inconsciente coletivo

A séculos a humanidade transparece seus medos mais íntimos através do sangue. Encontramos inúmeros relatos mitológicos ou não aonde seres supostamente imaginários como Conde Drácula na Romênia, Lilitu na antiga Babilônia, vampiros Lilith na mitologia Hebraica, Lillu para os Sumérios, dentre outros, são capazes de sugar nosso sangue assim como as sanguessuga.

Robert Kirk, professor de Humanidades e História da Medicina afirmou que um aspecto interessante sobre as sanguessugas é que elas aparecem de forma repetida ao longo da história da humanidade e em todas as culturas humanas. Os babilônios acreditavam que as sanguessugas eram filhas da deusa da medicina; mas também eram consideradas criaturas perigosas capazes de drenar completamente o sangue de qualquer ser humano. Para os Babilônios, as sanguessugas representavam tanto a cura, quanto a morte.

canal-alem-dos-greys

Segundo Christopher Frayling, professor de História, essa fabulosa criatura alcançou seu apogeu no século 19. Elas eram usadas para praticamente tudo. Os médicos da época, acreditavam na teoria dos quatro humores. Essa teoria dizia que determinados estados da mente eram causados por excesso de sangue no corpo. Assim, para restaurar o equilíbrio, era preciso drenar parte do sangue do paciente com o auxílio de sanguessugas. Essas criaturas acabaram se tornando muito caras, então, você podia ir a uma farmácia e pegar uma sanguessuga de aluguel. Devido ao risco de contaminação, hoje em dia usamos uma sanguessuga por paciente.

A sanguessuga não deve ser colocada perto de orifício como nariz, boca ou ouvidos, pois existe relatos na medicina de sanguessugas que entraram no corpo acusando problemas.

canal-alem-dosgreysA escocesa Daniela Liverani, depois de ficar semanas com um sangramento no nariz, percebeu que o problema tinha sido causado por uma sanguessuga com mais de sete centímetros. O bicho era sentido pela mochileira “andando” embaixo da pele, “chegando até as suas sobrancelhas. Ela acredita que possivelmente tenha contraído o animal durante um mergulho no Vietnã.

No Século passado, as sanguessugas chegaram à beira da extinção. Os benefícios médicos do seu uso foram questionados e a Medicina começou a descobrir as verdadeiras causas das doenças antes misteriosas. Caindo drasticamente o uso dessas criaturas na medicina.

Elas são úmidas, gosmentas, repugnantes estranhas e ao longo da história foram temidas, odiadas e amadas pela humanidade. Mas não importa o quanto avancemos tecnologicamente, ainda não surgimos nada para substituir completamente o seu uso.

O que você acha? Não deixe de registrar sua opinião nos comentários!

Inscreva-se no canal Além dos Greys no YouTube:

http://www.youtube.com/channel/UCI_BoijGnZ9ImPhlcyMEl5g
Confira este e outros assuntos sobre OVNIs, UFO, abdução e muito mais em nossa revista
OVNIs – UFO no: Flipboard http://flip.it/gNNce
Siga-nos também no:

Facebook: http://www.facebook.com/alemdosgreys

Twitter: http://twitter.com/alemdosgreys

Fontes:

super.abril.com.br; passadocurioso.blogspot.com.br; educaipo.blogspot.com.br; wikipedia; biobizarro.blogspot.com.br; sualingua.com.br; g1.globo.com; construindohistoriahoje.blogspot.com.br; sobiologia.com.br; nossavozbahia.com;

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s